segunda-feira, fevereiro 02, 2009

o amor nos tempos do cólera


um filme de final de semana:
Florentino Ariza (Javier Bardem) ainda jovem se apaixonou perdidamente por Fermina Daza (Giovanna Mezzogiorno). Entretanto, como Florentino apenas trabalha numa agência dos Correios, ele não é visto como um bom partido por Lorenzo Daza (John Leguizamo), pai de Fermina. Florentino pede Fermina em casamento, e ela aceita. Ao saber disto Lorenzo a envia para a fazenda de sua prima Hildebranda Sanchez (Catalina Sandino Moreno), onde fica alguns anos. Florentino aguarda o retorno de sua amada mas, quando a reencontra, ela diz que nada quer com ele. Fermina passa a ser cortejada por Juvenal Urbino (Benjamin Bratt), um médico que luta para evitar a disseminação da cólera. De início ela não se interessa, mas posteriormente eles se casam e constituem família. Simultaneamente Florentino aguarda que Juvenal morra, para que possa enfim se casar com seu grande amor.

duas coisas: li o livro lá pelos quinze, dezesseis anos, e tinha gostado muito.
naquele tempo, além de estudar piano, eu lia muito.
entre outras coisas.
lembro de ter gostado muito deste livro.
hoje, fica bem difícil assistir qualquer coisa que não seja filmes infantis.
e, mais recentemente, os jogos de playstation do pedro.
cinema tem sido quase uma utopia.
acrescido ao fato de que os cinemas de satolep tem diminuido, e os bons filmes passam voando por aqui.
encontrar um tempo no final de semana para ver um filme é bom por si só.
e se o filmes corresponde minimamente, melhor ainda!
(saudade das sessões arte do cine tabajara. esperar na longa fila pelos bons filmes da quinta, sexta e sábado... também lá pelos meus quinze, dezesseis anos.)
o filme em questão correspondeu, e bastante.
a caracterização da fermina daza com 72 anos deixou muito a desejar, mas a fernanda montenegro está maravilhosa e o javier barden tambem.
eu não imaginava o florentino ariza daquele jeito, meio desavisado, meio plasta, que depois a gente entende que era um jeito de demonstrar o mar de romantismo em que ele vivia esperando pela fermina, mas este é um dos problemas de se ter lido o livro primeiro.
no geral, um bom filme, bem lindo e bem romântico.

Um comentário:

...:marina:... disse...

Querida!
Fazia muitos dias que não lia teu blog, e sempre fico me sentindo mais leve depois de ver as coisas lindas que colocas aqui.
Esta história me impressionou muito (El amor en los tiempos...). Li o livro poucos dias antes de lançarem o filme. Foi uma grande coincidencia.
Gostei do filme, mas achei que muito de sua beleza se perdeu ao colocarem os textos em inglês... A riqueza do espanhol do Gabriel Garcia Marquez é incomparável. E por que convidar tantos atores latinos e desperdiçá-los ao colocar os diálogos em inglês?
Você não acha?
Beijos mil!!

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin

Clube da Mafalda

Clube da Mafalda