sexta-feira, julho 30, 2010

poema de Clarice Lispector

Meu Deus, me de coragem
De viver trezentos e sessenta e cinco dias e noites,
Todos vazios da Tua presença.
Me dê coragem de considerar esse vazio
Como uma plenitude.
Faça com que eu seja a Tua amante humilde,
Entrelaçada a Ti em êxtase.
Faça com que eu possa falar
Com este vazio tremendo
E receber como resposta
O amor materno que nutre e embala.
Faça com que eu tenha a coragem de Te amar,
Sem odiar as Tuas ofensas à minha alma e ao meu corpo.
Faça com que a solidão não me destrua.
Faça com que minha solidão me sirva de companhia.
Faça com que eu tenha a coragem de me enfrentar.
Faça com que eu saiba ficar com o nada
E mesmo assim me sentir
Como se estivesse plena de tudo.
Receba em teus braços
O meu pecado de pensar.

3 comentários:

Lú Albuquerque disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Lú Albuquerque disse...

AAAAAAAAAAAAAAMEEEEEEEEEIIIIIIIII!!!

só Clarice mesmo... em suas intensidades e dores.

bjks

bel disse...

lindo mesmo!
já vês que me identifico com esta dramaticidade...
beijos!

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin

Clube da Mafalda

Clube da Mafalda