sexta-feira, outubro 02, 2009

quando o amor dormiu

O amor um dia tirou férias porque estava cansado de tantas explicações, de tantas razões. O amor então ficou dormindo,sem ver o sol, a lua e as estrelas, sem falar e sem ouvir, porque estava muito cansado.
E no silencio e no sono continuava a sonhar e só ali via todas as luas e estrelas jamais vistas, ouvia as mais lindas canções, sentia os perfumes e abençoava as pessoas.
Muita gente se deu conta de que o amor dormia em suas vidas e pensaram que tudo estava perdido, que o amor havia morrido, porque as flores estavam sem perfume e as águas das cachoeiras não faziam barulho.
Mas o amor não morre e por cansado que esteja das perguntas tolas que fazem as pessoas estava apenas dormindo.
Um dia, o amor resolveu abrir um pouquinho os olhos e ao abri-los viu o sorriso de uma criança que o espreitava de mansinho e naquela hora o amor se sentiu tão amado que nunca mais se cansou , nem dormiu e dizem alguns que até casou com uma linda dama chamada paciencia , porque assim não se cansaria mais das tolas perguntas que as pessoas fazem.

texto de rosa nogueira, minha mãe, publicado em http://escritosvariados.blogspot.com/

4 comentários:

Francisco Antônio Vidal disse...

Perfeito! O amor não é racional, mesmo que dialogue ou seja observado pela razão. O amor é a consciência que a vida tem de si mesma; às vezes dorme e parece não existir mais, mas quando desperta é uma paixão que ilumina o mundo.

Anônimo disse...

muito lindo!!
roubei!
beijos querida
regina

Ricardo disse...

Lindo, e fiquei mais feliz em saber quem o escreveu. Ja passei adiante

beijos

Ana disse...

Emocionante... como só o amor sabe ser!

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin

Clube da Mafalda

Clube da Mafalda