terça-feira, junho 02, 2009

armadilhar


um fala,
outro escuta.
mas escuta através da janela
de seus pensamentos,
de seus medos,
de sua história,
e de seus desejos
sobre a vida
e sobre o outro.
quem fala,
também fala de sua própria janela.
igual, mas diferente.
no entanto,
aquele que fala
pensa
que foi apenas ouvido.
a armadilha está dada.
(este texto, como todos os que nao tem crédito à autoria, é meu. e a foto, do site olhares, se chama "the fine line")

2 comentários:

Luísa Kurtz disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Luísa Kurtz disse...

Isabel,
Acredito muito no que diz nessa tua poesia, é bem assim que nós seres humanos nos comunicamos. Devemos prestar atenção nesse fato para que não sejamos interpretados de forma diferente da que gostaríamos de ser.
Com carinho, Luísa.

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin

Clube da Mafalda

Clube da Mafalda