segunda-feira, novembro 06, 2006

memorias, crônicas e declarações de amor

o que motiva uma pessoa num momento de tão pouco tempo como eu a escrever um blog? sempre penso isto... já comecei o blog pensando que não ia dar tempo, mesmo, tempo algum, de postar nada. está durando, e tem mais de um ano. ainda que não sei quem lê, e nem mesmo se tem alguem que lê. outro dia, meu amigo paul postou algo interessante sobre a frequência de postagens nos blogs, considerando que "há, naquela actualização diária, um coração que bate, um braço que mexe, uma mão que tecla." (Os tempos blogosféricos, Atlântico de Novembro, em http://phow.blogspot.com/)
eu gosto de escrever, mesmo sem saber para quem. acho que para quem escreveu diario desde os oito anos de idade, isto é como uma continuação digital do ato de escrever-se. quase como um diario, mas mais do que um diario. olhar o dia a dia, e tambem o ontem e o mundo em volta. parafraseando marisa monte, acho que este blog poderia chamar-se memórias, crônicas e declarações de amor...

2 comentários:

Anônimo disse...

Isa, nao sei se tem muita gente lendo, mas eu leio sempre...e como se fosse uma conversa unilateral...gosto muito do que escreves, e de uma certa forma e a minha "hambre de luna blanca, utopía infinita que nunca se apaga..."
Beijos
Ricardo

mami disse...

Isa, eu também não sei se tem muita gente lendo,mas eu gostaria que sim ,porque este é um manacial imenso de beleza e profundidade. gostei também do Paul escrevendo.

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin

Clube da Mafalda

Clube da Mafalda