sábado, novembro 05, 2005

Melancolia: Edvard Munch + Alvaro de Campos


ALVARO DE CAMPOS: A PASSAGEM DAS HORAS

Sentir tudo de todas as maneiras,
Viver tudo de todos os lados,
Ser a mesma coisa de todos os modos possíveis ao mesmo tempo,
Realizar em si toda a humanidade de todos os momentos
Num só momento difuso, profuso, completo e longínquo.(...)
Multipliquei-me, para me sentir,
Para me sentir, precisei sentir tudo,
Transbordei, não fiz senão extravasar-me,
Despi-me, entreguei-me,
E há em cada canto da minha alma um altar a um deus diferente.

(Obra: Melancolia, de Edvard Munch)

Um comentário:

manuca disse...

oi isa.
aqui eh o mesmo preço~...mais barato em uns lugares meio foda de ir... banquinha do paraguai.

bjao!
saudade.
ate o natal.
manda bjo pra todos.
pai, mae, quinho e biba (e familia)
paulo e pedro.

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin

Clube da Mafalda

Clube da Mafalda